Tupi é goleado por 5 a 1 para o Ypiranga e cai para a Série D


:: TM Esportes em 11/08/2018 19:24 ::

IMG-20180811-WA0053.jpgContratado na reta final do campeonato, Aílton Ferraz não conseguiu evitar a degola (foto: Arquivo Tribuna/Leonardo Costa)

Depois de seis anos, o Tupi volta a ser rebaixado para a Série D do Campeonato Brasileiro. A semana caótica, com dois dias da delegação alvinegra presa em aeroportos por cancelamento de voos, foi finalizada com derrota incontestável para o Ypiranga (RS) neste sábado (11), no Colosso da Lagoa, em Erechim (RS), por 5 a 1, que somada ao empate entre Volta Redonda (RJ) e Joinville (SC) sacramentou a queda juiz-forana à quarta divisão nacional.

Nesta Série C, o Galo acumulou campanha de seis vitórias, dois empates e dez derrotas em 18 jogos, com a vice-lanterna da classificação do grupo B do campeonato.

Em cinco meses de competição, o Tupi teve três técnicos (Ricardo Leão, Eugênio Souza e Aílton Ferraz), perdas de jogadores por lesão ou força de contrato por empréstimo e mau relacionamento entre torcida e diretoria.

O Tupi não disputa a quarta divisão desde 2013.

O jogo decisivo do Tupi

A equipe carijó, do técnico Aílton Ferraz, foi formada por Vilar; Fábio Henrique, Diogo, Mateus e Magalhães; Marcel e Rodrigo Dantas (Paulinho); Diego Luís (Wellington Batista), Potita (Leo Salino) e João Willian; Reis. Já os gaúchos iniciaram o duelo com Rodrigo; Maicon, Claudinho, Marcão e Rennan; Faísca, Jean Silva, Fidélis e Rafinha; Jean Deretti e Paulinho.

Drama começou com gol aos 18

O cansaço dos dois dias de viagem seria evidenciado no duelo? Justificativa ou não, o cenário caótico carijó foi instaurado logo aos 18 minutos. Rafinha cobrou falta para a área da intermediária ofensiva gaúcha pelo lado esquerdo e o atacante Paulinho, livre, cabeceou no canto direito de Vilar para abrir o placar. O duelo paralelo entre Volta Redonda e Joinville, ainda sem gols, passou a receber maior atenção, já que uma derrota carioca manteria o Galo na Série C.

Com maior posse de bola, o Tupi buscava, pelo chão, trocar passes para, gradativamente, chegar ao último terço do campo. Os erros, contudo, possuíam crescimento exponencial. Por cansaço ou baque pelo gol sofrido, a situação juiz-forana piorou aos 29. Rodrigo Dantas errou passe na saída de bola e, em lance como de peladas, Jean Deretti roubou a bola, saiu de cara para Vilar com mais dois companheiros ao lado e só teve o trabalho de tocar de lado para Rafinha ampliar a vantagem. Sem finalizar ao gol gaúcho, o Galo parecia sem forças, com ida ao intervalo em situação trágica.

Catástrofe

O Tupi voltou ao campo com o atacante Paulinho no lugar do meia Rodrigo Dantas. O início da segunda etapa, entretanto, não poderia ter sido mais trágico. Logo aos 2 minutos, o lateral Magalhães deu carrinho dentro da área para interceptar chute adversário e realizou defesa com a mão. Pênalti marcado e convertido por Rafinha, ao finalizar rasteiro no canto direito de Vilar, que caiu para o lado oposto.

Foi a vez de Diego Luís deixar o gramado para a entrada do atacante Wellington Batista. Aos 6 minutos, Magalhães chutou da entrada da área, a bola tocou na mão de Claudinho, mas o árbitro sinalizou contato com o braço junto ao corpo e nada marcou. Aos 11, mais um gol gaúcho. Marcel errou saída de bola, o ataque gaúcho trocou passes pela direita até a bola chegar, de pé em pé, novamente em Paulinho, que não perdoou: Ypiranga 4 a 0.

O nervosismo era tão grande que, na última alteração, Potita deixou o jogo para a entrada de Leo Salino e discutiu com Aílton Ferraz, insatisfeito. Em rara e feliz finalização da meia-lua da grande área, aos 29 minutos, Marcel descontou para o Tupi ao acertar o ângulo esquerdo da meta adversária. Aos 35, João Willian cobrou falta e Reis, impedido, tentou desviar, sem sucesso. A bola foi para o fundo das redes, mas o lance foi anulado pelo assistente FIFA Emerson de Carvalho.

Se o Tupi pouco finalizava, os gaúchos passeavam. Houve tempo ainda para, aos 45, Skilo aproveitar erro da zaga carijó depois de cruzamento rasteiro mal cortado para dar números finais ao embate. O Tupi repete o rebaixamento de 2012 à Série D nacional.

O post Tupi é goleado por 5 a 1 para o Ypiranga e cai para a Série D apareceu primeiro em Tribuna de Minas.

Clique aqui para ver esta matéria na fonte original.

Anúncios