Com Bolsonaro ainda mais limitado, desavenças se aprofundam em sua campanha


:: El Pais em 13/09/2018 20:46 ::

Com o candidato fora de cena, seus filhos e o candidato a vice na chapa, general Hamilton Mourão (PRTB), começaram a assumir o protagonismo da campanha, de forma aparentemente desordenada. O ato mais ousado veio do militar, cujo partido entrou com um pedido junto ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) para que possa representar Bolsonaro nos debates. A ação, entretanto, não contou com o aval da cúpula do PSL, que não foi consultada antes de o general ter se voluntariado para ocupar o púlpito destinado ao capitão da reserva.

Na terça-feira Mourão foi além, e afirmou que “este troço já deu o que tinha que dar”, referindo-se à facada levada pelo companheiro de chapa, e disse ainda que era preciso acabar com a “vitimização” do capitão. As declarações foram consideradas insensíveis por partidários de Bolsonaro.

Seguir leyendo.

Clique aqui para ver esta matéria na fonte original.

Anúncios