A primeira lei da era López Obrador: corte no salário dos políticos


:: El Pais em 14/09/2018 15:51 ::

O México já tem sua primeira lei da era López Obrador. A Câmara dos Deputados aprovou nesta quarta-feira um teto salarial para a alta burocracia. Nenhum secretário de Estado, governador, senador, deputado ou funcionário público poderá ganhar mais do que os 108.000 pesos (24.170 reais) pagos mensalmente ao próximo presidente do México. A norma também elimina as pensões pagas a cinco ex-presidentes. Estes eram dois dos eixos do programa de austeridade prometido na campanha pelo então candidato do esquerdista Movimento de Regeneração Nacional (Morena), que obteve um resultado histórico em 1º. de julho impulsionado por sua mensagem dirigida a acabar com os privilégios da classe política.

Seguir leyendo.

Clique aqui para ver esta matéria na fonte original.

Anúncios