Palestra de peruano é destaque em simpósio de liga da Odontologia – Notícias UFJF


:: UFJF em 14/09/2018 21:46 ::

img_7732-300x254.jpg

A importância das informações clínicas e imaginológicas para detectar patologias orais. Esse foi o tema da palestra do professor da USP Jorge León (Foto: Sebastião Junior)

Professor da Universidade de São Paulo (USP), o peruano Jorge Esquiche León foi um dos nomes mais aguardados nesta sexta-feira, 14, no terceiro simpósio da Liga Acadêmica de Patologia e Cirurgia Maxilofacial (LAPCM) do curso de Odontologia da Universidade Federal de Juiz de Fora, campus Governador Valadares (UFJF-GV).

Cerca de 180 pessoas – entre professores e alunos da instituição e discentes da Universidade Vale do Rio Doce (Univale) – participaram do evento, que além de outros palestrantes, incluiu painéis e apresentações orais de casos clínicos relevantes para a área.

A edição deste ano do simpósio envolveu dois ramos de estudo. Na parte de patologia, as discussões concentraram-se nas lesões intraósseas. Já na área de cirurgia o foco foi o trauma. A explicação pela escolha dos temas, segundo a professora do curso de Odontologia da UFJF-GV e coordenadora da LAPCM, Sibele Aquino, é que se trata de “dois grandes pontos bem importantes e que geram muita dificuldade para o cirurgião-dentista”. E complementou, afirmando que o objetivo do evento é justamente “auxiliar na formação dos alunos nesses dois grandes tópicos”.

img_7759-278x300.jpg

Para a professora e coordenadora da LAPCM, Sibele Aquino, o principal objetivo do simpósio é “auxiliar na formação dos alunos”. (Foto: Sebastião Junior)

Reduzir o número de diagnósticos e de tratamentos equivocados e melhorar a condição de vida do paciente foram os principais objetivos de Jorge León com a palestra que abordou a importância das informações clínicas e imaginológicas para detectar patologias orais. “Sabemos que esses diagnósticos são frequentemente mal feitos, procedimentos são errados, existe falta de conhecimento. Isso aqui é básico e, na verdade, se abordado de uma maneira simples e coerente, com um nível que o aluno de graduação possa entender, nós podemos contribuir com essa frequência de diagnósticos errados e para o bom atendimento e saúde dos pacientes”, afirmou o professor.

img_7812-300x200.jpg

Em sua palestra, a professora e cirurgiã-dentista Onescy Silveira Dias abordou a cirurgia ortognática. (Foto: Sebastião Junior)

Além de León, outros dois palestrantes participaram do simpósio. A professora Onescy Silveira Dias, cirurgiã-dentista do Hospital Bom Samaritano, abordou a cirurgia ortognática – procedimento utilizado para melhorar a estética facial e a mordida. Já as fraturas faciais foram o tema da palestra do professor da Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri (UFVJM) Saulo Gabriel Moreira Falci.

A liga
Primeira liga do curso de Odontologia do campus da UFJF em Governador Valadares, a LAPCM foi criada em abril de 2016, com o objetivo de despertar o interesse dos estudantes pelo conhecimento sobre a patologia e a cirurgia maxilofacial.

img_7825-300x200.jpg

O professor da UFVJM Saulo Gabriel Moreira Falci falou sobre os traumas faciais. (Foto: Sebastião Junior)

Atualmente, 14 alunos integram a liga, desenvolvendo atividades nas áreas de ensino, pesquisa e extensão. Coordenados por docentes do curso e contando com a colaboração de outros seis professores que não fazem parte da UFJF, esse grupo de estudantes atua gratuitamente, principalmente na área hospitalar, em locais como o Hospital Bom Samaritano e a Associação Brasileira de Odontologia (ABO), ambos em Governador Valadares.

Clique aqui para ver esta matéria na fonte original.

Anúncios