O esquecimento dos mortos em protestos contra Nicolás Maduro


:: El Pais em 15/09/2018 20:56 ::

O monstro que desafiam se chama impunidade. José Gregorio Pernalete e Elvira Llovera tentam há um ano e meio desbloquear o processo judicial do crime de seu filho Juan Pablo, assassinado durante protestos contra o Governo venezuelano de Nicolás Maduro em 26 de abril de 2017. Visitam tribunais, escritórios de funcionários, falam com advogados, denunciam na imprensa e até viajam ao exterior.

Seguir leyendo.

Clique aqui para ver esta matéria na fonte original.

Anúncios