JF tem mais de 50 candidatos a deputado


:: TM Política em 16/09/2018 08:31 ::

elei%C3%A7oes-2018nova.pngMais de 50 concorrentes com domicílio eleitoral em Juiz de Fora vão tentar uma cadeira parlamentar nas eleições do próximo dia 7 de outubro. Levantamento feito pela Tribuna, mostra que a cidade tem pelo menos 25 candidatos a deputado federal e 29 a deputado estadual (ver quadro). Os postulantes têm o desafio de tentar ampliar ou pelo menos garantir a manutenção do atual número de integrantes da bancada juiz-forana, de forma garantir a representação dos principais pleitos do município junto aos governos federal e estadual.

Atualmente, a cidade têm oito deputados: três federais, incluindo Júlio Delgado (PSB), Marcus Pestana (PSDB) e Margarida Salomão (PT); e cinco estaduais, com Antônio Jorge (PPS), Isauro Calais (MDB), Lafayette Andrada (PRB), Márcio Santiago (PR) e Noraldino Júnior (PSC).

A lista dos candidatos com domicílio eleitoral na cidade se divide entre aspirantes ao primeiro cargo político e veteranos das urnas, velhos conhecidos do eleitor juiz-forano. Quinze dos concorrentes (28%) exercem ou já exerceram mandatos eletivos. Dos oito atuais deputados da cidade, por exemplo, seis irão tentar a reeleição: Júlio, Pestana e Margarina tentam voltar à Câmara; enquanto Antônio Jorge, Isauro e Noraldino querem garantir mais quatro anos na Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) a partir do ano que vem. Deputado estadual, Lafayette também disputa a reeleição, contudo irá tentar uma cadeira na Câmara dos Deputados.

O único parlamentar local que não terá seu nome na urna é Márcio Santiago. Ele ainda recorre de decisão do Tribunal Regional Eleitoral (TRE), que, em 2015, considerou-o inelegível por suposto abuso de poder político, econômico, religioso. Neste cenário, ele sai de cena, mas tenta manter seu grupo político na ALMG ao apoiar a candidatura de sua esposa, Lêda Santiago (PR).

Não são apenas os atuais deputados que voltarão a testar seus prestígios por Juiz de Fora junto ao eleitorado mineiro. O ex-prefeito Bruno Siqueira (MDB) também volta a disputar votos dois anos após ter sido reeleito para a chefia do Executivo municipal. Em abril, Bruno renunciou ao cargo e vai tentar retornar à Assembleia Legislativa, parlamento em que já desempenhou mandato entre 2010 e 2012. Wadson Ribeiro (PCdoB), que assumiu como suplente em três oportunidades nas duas últimas legislaturas (2011-2015 e 2015-2019), vai tentar, enfim, ser eleito para seu primeiro mandato na Câmara dos Deputados. Seis vereadores locais também se oferecerão como alternativas. Charlles Evangelista (PSL) e Rodrigo Mattos (PHS), atual presidente do Legislativo Municipal, irão disputar uma cadeira na Câmara dos Deputados. Por outro lado, Adriano Miranda (PHS), Cido Reis (PSB), Roberto Cupolillo (Betão, PT) e Sheila Oliveira (PSL) vão tentar uma vaga na ALMG.

” data-cycle-speed=”750″ > slide-perfil-candidato.jpg slide-perfil-candidato1.jpg slide-perfil-candidato2.jpg slide-perfil-candidato3.jpg slide-perfil-candidato4.jpg slide-perfil-candidato5.jpg slide-perfil-candidato6.jpg slide-perfil-candidato7.jpg slide-perfil-candidato8.jpg slide-perfil-candidato9.jpg slide-perfil-candidato10.jpg slide-perfil-candidato11.jpg slide-perfil-candidato12.jpg slide-perfil-candidato13.jpg slide-perfil-candidato14.jpg slide-perfil-candidato15.jpg slide-perfil-candidato16.jpg slide-perfil-candidato17.jpg slide-perfil-candidato18.jpg
<

>

Disputa interna nas coligações

As chapas resultantes das opções partidárias e das coligações formadas para a disputa por cadeiras eleitorais colocaram alguns nomes tradicionais da política local disputando votos entre si. A decisão de Bruno de deixar a Prefeitura e sair candidato a deputado estadual o coloca frente a frente com Isauro, seu colega de partido, na disputa por votos de emedebistas de Juiz de Fora e região. Também candidatos a deputado estadual Betão e Cido concorrem juntos na coligação Unidos com o Povo (PT/PR/PSB). No cenário mais acirrado, os deputados federais Júlio e Margarida e o ex-deputado Wadson Ribeiro também estão mesma coligação por uma vaga na Câmara dos Deputados; a “Juntos com o povo”, formada por PT, PR, PSB, DC e PCdoB.

Maioria de candidatos
é formada por homens, brancos com curso superior

O fato de mais de um quarto dos postulantes a uma cadeira de deputado, que têm domicílio eleitoral em JF, já serem figuras recorrentes em eleições anteriores reforça um quadro já tradicional nos pleitos em âmbito municipal, estadual e nacional. Quando se analisa as informações apresentadas dos atuais concorrentes, é possível dizer que o perfil do candidato juiz-forano é homem, branco, casado, de meia-idade e com curso superior. Tal perfil é o mesmo observado quando se analisa todos os candidatos registrados em Minas Gerais e, indo além, todas as candidaturas protocoladas nas 27 unidades federativas e no Distrito Federal.

Entre os 54 candidatos com domicílio eleitoral na cidade identificados pela Tribuna, 59% são homens e 41%, mulheres. Com relação à cor de pele informada no registro, 67% se autodeclaram brancos; 26%, pardos; e apenas 7%, pretos. Ainda analisando os dados repassados pelos concorrentes, 63% dos postulantes são casados e 65% têm curso superior completo.
Ainda entre aqueles que tentam cadeiras parlamentares pela cidade, 43% são nascidos em Juiz de Fora; 18% em outras cidades mineiras e 12% em municípios de outros estados, incluindo o Distrito Federal. Há ainda uma curiosidade: candidato a deputado federal, o vereador Rodrigo Mattos (PHS) nasceu em Birmigham, na Inglaterra.

Candidata a vice

Além dos candidatos a deputado federal com domicílio eleitoral na cidade, Juiz de Fora também tem uma candidata a vice-governadora. Trata-se de Victória Mello (PSTU), que compõe a chapa pura de seu partido, encabeçada por Jordano Metalúrgico (PSTU). Aos 62 anos, Victória é professora das redes municipal e estadual de ensino e dirigente do Sindicato Único dos Trabalhadores em Educação de Minas Gerais (Sind-UTE). É natural de Santo Antônio do Pinhal (SP) e já disputou cargos eletivos em outras três oportunidades, sempre pelo PSTU. Em 2012 e 2016, concorreu à Prefeitura de Juiz de Fora e, em 2014, também foi candidata a vice-governadora na chapa encabeçada por Fidélis Alcântara (PSOL).

A atual candidatura do PSTU ao Governo de Minas, aliás, deve cumprir agenda em Juiz de Fora nesta segunda-feira (17), quando estão previstas atividades de panfletagens em frente à Fábrica da Imbel, às 6h20; e a fábricas da Zona Norte, às 11h. Uma caminhada pelas ruas do Bairro Benfica, às 16h, também está programada.

O post JF tem mais de 50 candidatos a deputado apareceu primeiro em Tribuna de Minas.

Clique aqui para ver esta matéria na fonte original.

Anúncios