Sob pressão, PT monta contra-ataque via WhatsApp para conter ‘onda Bolsonaro’


:: El Pais em 03/10/2018 23:29 ::

O crescimento de Jair Bolsonaro (PSL), de 28% para 32%, e a estagnação de Fernando Haddad (PT) em 21% nas intenções de voto apontados pelo Datafolha desta terça-feira, reforçaram o que o Ibope já havia mostrado um dia antes, mas foram recebidos com surpresa pelo Partido dos Trabalhadores. Até mesmo no Nordeste, onde o PT tem tradicionalmente um eleitorado fiel, e é única região onde Haddad lidera, o capitão reformado cresceu quatro pontos (20%), chegando mais perto dos 36% do ex-prefeito paulistano.

No núcleo duro do PT, ninguém esperava por esses números, que interromperam um sentimento de otimismo dentro do partido e fizeram a direção da campanha mudar de rumo a poucos dias do primeiro turno.

Seguir leyendo.

Clique aqui para ver esta matéria na fonte original.

Anúncios