SAU flagra e autua pontos irregulares de descarte de lixo


:: TM Cidade em 04/10/2018 11:04 ::

Um novo descarte irregular de lixo em via pública foi flagrado pelo departamento de fiscalização da Secretaria de Atividades Urbanas (SAU) nesta semana. O mais recente, segundo a pasta, foi registrado no prolongamento da Rua Martins Barbosa, próximo a Três Pontes, no Bairro Benfica, Zona Norte. Na ocasião, o responsável foi autuado e recebeu multa de R$4.512,85, considerada gravíssima. A Tribuna mostrou, recentemente, que o descarte irregular é realidade em toda a cidade.

Além desse caso, a SAU constatou outras irregularidades. Entre elas, um ponto de descarte irregular de resíduos da construção civil no prolongamento da Alameda Santo Antônio, próximo ao trevo da BR-040, no Alphaville e outro na Rua Francisco Fayer Sobrinho, no Santos Dumont, próximo ao Estádio Municipal.

Além de casos reincidentes, como o da Rua Fernando Lauro, nas Mansões Bom pastor, autuado quatro vezes, e na Rua Ibitiguaia, no Teixeiras, em duas ocasiões.

As equipes da SAU ainda flagraram um caminhão sem proteção para as caçambas de detritos trafegando na Avenida Brasil, altura do Bairro Poço Rico. Os autos de infração emitidos foram encaminhados para a Promotoria de Justiça de Defesa do Meio Ambiente do Ministério Público de Juiz de Fora, para outras providências cabíveis.

A pasta reiterou que as rondas de fiscalização dos bota-foras irregulares são realizadas em diversos horários, inclusive aos sábados, domingos e feriados. E além do trabalho dos fiscais de posturas, as ações contaram com o apoio dos servidores do Demlurb, que mapearam a cidade e identificaram os principais pontos críticos de descarte clandestino de lixo.

” data-cycle-speed=”750″ data-cycle-caption=”#gslideshow_captions” data-cycle-caption-template=”” > descarte-2-pjf.jpg descarte-4-pjf.jpg descarte-5-pjf.jpg descarte-1-pjf.jpg
<

>

Equipes da SAU flagraram pontos irregulares pela cidade. E, ainda, um caminhão trafegando sem proteção (Fotos: Divulgação/PJF)

Outros levantamentos

A equipe da SAU vem realizando um levantamento das firmas de caçambas, das áreas de transbordo e de transporte permitidas, bem como a destinação final destes resíduos. Na última semana, servidores do departamento realizaram uma reunião com a Polícia Militar de Meio Ambiente visando a estreitar a parceria e o apoio já existentes e promover outras ações em conjunto.

O Código de Posturas do Município proíbe qualquer ação que provoque sujeira ou prejuízos à qualidade dos espaços públicos e prevê punições para essas infrações. Caso os responsáveis por descarte irregular sejam flagrados pela fiscalização, serão autuados. A SAU pede para que as denúncias sejam feitas nas regionais de fiscalização da pasta, por meio dos telefones 3690-7709 (Centro 1), 3690-8379 (Centro 2), 3690-8304 (Sul), 3690-8377 (Sudeste), 2104-8402 (Leste), 3690-8288 (Oeste) e 3690-7927 (Norte).

Ecopontos

O descarte de resíduos sólidos pode ser feito gratuitamente, e sem ônus, através dos dois ecopontos instalados no município. Cada cidadão pode entregar diariamente até um metro cúbico de restos da construção civil, o que equivale a dez embalagens de cem litros. O objetivo é evitar que as pessoas descartem entulho irregularmente nas vias da cidade. Os ecopontos funcionam de segunda a sexta-feira das 8h às 17h, e aos sábados das 8h ao meio-dia. Eles estão presentes na Rua Diva Garcia, em frente ao número 1.200, no Bairro Linhares, e em frente ao estacionamento do Estádio Municipal, no São Pedro. Outras informações sobre o serviço pelo telefone 3690-3500.

O post SAU flagra e autua pontos irregulares de descarte de lixo apareceu primeiro em Tribuna de Minas.

Clique aqui para ver esta matéria na fonte original.

Anúncios