O circuito do esporte que abraça Bolsonaro e o repúdio aos cantos homofóbicos


:: El Pais em 05/10/2018 11:40 ::

Outros jogadores de futebol também já saíram a público para endossar a campanha de Bolsonaro, como Jadson e Roger (Corinthians), Rossi (Internacional), Dagoberto (Londrina) e Lucas Moura (Tottenham), que justificou a escolha com base no critério de eliminação. “Faz tempo que estamos em crise e os candidatos que elegemos não adiantaram. Nenhum candidato é o salvador da pátria. Só acho que temos que mudar”, escreveu em seu perfil no Twitter. Questionado por um seguidor, o atacante evangélico refutou o rótulo de preconceituoso atribuído ao ex-capitão: “Se fosse racista, estaria preso”. Ex-jogadores da seleção brasileira, Cafu, Edmundo e Rivaldo completam o time de bolsonaristas declarados.

Seguir leyendo.

Clique aqui para ver esta matéria na fonte original.

Anúncios