O que Bolsonaro já disse de fato sobre mulheres, negros e gays


:: El Pais em 06/10/2018 21:50 ::

:: El Pais em 06/10/2018 21:50 ::

Não faltam na trajetória política do candidato à Presidência pelo PSL, Jair Bolsonaro, declarações machistas, racistas e de ódio a minorias que, nas palavras do deputado, devem “se curvar às maiorias” ou serão “esmagadas”. O militar reformado já afirmou na tribuna da Câmara, microfone aberto, que não estupraria a colega Maria do Rosário (PT-RS) porque ela “não merece” e declarou, em entrevista à revista Playboy, que seria incapaz de amar um filho homossexual: “Prefiro que um filho meu morra num acidente do que apareça com um bigodudo por aí”, completou.


Na reta final de sua campanha, no entanto, o candidato passou a negar qualquer declaração com esse teor. Em entrevista à TV Record, concedida na última quinta-feira, 4, enquanto seus adversários participavam do último debate antes das eleições, Bolsonaro rebateu as críticas recebidas pelas declarações e desafiou: “Onde tem um vídeo onde eu ataco negros? Onde tem um áudio meu atacando mulheres?”.

Seguir leyendo.

Clique aqui para ver esta matéria na fonte original.

Clique aqui para ver esta matéria na fonte original.

Anúncios