Após bate-boca, votação sobre o ‘Escola Sem Partido’ é adiada na Câmara


:: El Pais em 31/10/2018 23:03 ::

A estratégia de Governo do presidente eleito Jair Bolsonaro começa a sair do papel com fusão de ministérios, interesse de aproximação dos EUA e Israel e planos para acelerar Reforma da Previdência no período de transição. E já recebe as primeiras críticas. A união das pastas Fazenda, Planejamento e Indústria desagradou empresários; enquanto China alerta para os riscos econômicos de um “Trump tropical”.

Seguir leyendo.

Clique aqui para ver esta matéria na fonte original.

Anúncios