Administração Superior inicia visitas às Unidades Acadêmicas e Administrativas de GV – Notícias UFJF


:: UFJF em 06/11/2018 21:03 ::

img_7856-300x200.jpg

Administração Superior da UFJF inicia visitas às Unidades de GV. (Foto: Ivan Bretas)

O campus Governador Valadares da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF-GV) recebe, nesta semana, a Administração Superior da Universidade, em continuidade à série de visitas às Unidades Acadêmicas e Administrativas iniciadas no campus sede, em setembro.

Nesta terça, 6, docentes, estudantes e servidores Técnico-Administrativos em Educação do Instituto de Ciências Sociais Aplicadas (ICSA) e do Instituto de Ciências da Vida (ICV) reuniram-se com o reitor Marcus David e a equipe da reitoria para discutir ações e demandas do campus avançado.

As visitas da reitoria buscam reforçar a abertura de diálogo pela Administração Superior, e são, também, uma oportunidade de ouvir as demandas da comunidade acadêmica da Universidade e buscar soluções em conjunto. Durante as reuniões, reitor e sua equipe de pró-reitores e diretores apresentam a proposta de planejamento estratégico e financeiro da Universidade para o restante da atual gestão – que assumiu o reitorado em abril de 2016 e encerra o mandato em abril de 2020. Os objetivos de atuação da reitoria estão desdobrados em metas e ações, disponíveis no Plano de Ação 2018-2020, disponível neste link.

Marcus David iniciou apresentando o contexto do trabalho realizado na Universidade e as principais circunstâncias que envolveram os dois primeiros anos de gestão na reitoria da Instituição, em meio à instabilidade política nacional e o anseio por melhorias nos principais cenários da sociedade e, também, da Universidade.

“A primeira estratégia que adotamos foi a de enfrentamento de crise e a tentativa de resolução dos principais problemas para o funcionamento da Instituição. Era preciso equacionar a situação orçamentário-financeira, enfrentar as obras paralisadas e implementar a regulamentação institucional”, explicou. Entretanto, David destacou que apesar dos constantes desafios observados em Governador Valadares, é preciso observar também os resultados atingidos do ponto de vista acadêmico, no campus avançado, que são ‘espetaculares’.

“Se considerarmos as limitações de infraestrutura, o mérito de GV em conquistar novos programas de pós-graduação e ter seus cursos bem avaliados é ainda maior”, ponderou o reitor Marcus David.

O pró-reitor de Planejamento, Orçamento e Finanças, Eduardo Condé, apresentou a estrutura de planejamento integrado da Universidade, e abordou a necessidade de a Instituição formular políticas que atendam ao tripé Ensino, Pós-graduação/Pesquisa e Extensão, com estratégias em áreas transversais que são Inovação e Cultura. Segundo ele, “uma das finalidades da Universidade é ser um polo de produção cultural, um espaço de formação de cultura”. Condé prosseguiu expondo a importância da formulação de políticas indutivas e assistenciais para a comunidade acadêmica: “não basta favorecer a entrada na Universidade, é preciso garantir a permanência do estudante. Relações internacionais, ações afirmativas e assistência estudantil são apenas alguns dos eixos que devem nortear as políticas da UFJF”, finalizou.

img_7874-300x200.jpg

Maria Carmen destacou trabalho conjunto na Graduação. (Foto: Gabriella Ramos)

A pró-reitora de Graduação, Maria Carmen Simões, comentou o empenho da Universidade em finalizar os processos de avaliação dos cursos do campus avançado. Com a divulgação da nota do curso de Nutrição pelo Ministério da Educação, todos os cursos de Governador Valadares estão avaliados e aprovados pelo MEC. A pró-reitora destacou, na ocasião, o empenho realizado junto à Gerência de Graduação para fomentar a divulgação do campus avançado: “estamos desenvolvendo ações conjuntas de divulgação nas escolas para ampliar o conhecimento da comunidade valadarense sobre a nossa instituição na cidade”.

A conquista da pós-graduação stricto sensu em Ciências Aplicadas à Saúde para o Campus GV foi comemorada pela pró-reitora de Pós-graduação e Pesquisa, Mônica Oliveira, durante sua fala. “O novo mestrado nos dá a certeza de sucesso e de muito trabalho pela frente. A Pró-reitoria busca criar uma política de capacitação mais rápida, quase que emergencial aos docentes de GV”, explicou. Mônica destacou, também, a possibilidade de abertura de Mestrado e Doutorado Interinstitucional em Governador Valadares, tema que será debatido em reunião a ser realizada nesta quarta, 7.

img_7849-300x200.jpg

Ana Lívia destacou a importância da extensão em GV. (Foto: Dante Rodrigues)

“A extensão acontece quando a Universidade parte para a comunidade e promove melhorias nas condições de vida da população”, apresentou Ana Lívia Coimbra. Em sua fala, a pró-reitora de Extensão deu destaque à atuação do Instituto de Ciências da Vida na comunidade valadarense através da extensão: de 70 projetos e programas de extensão do campus GV, 49 são do ICV. “Em um cenário como GV, em um território com problemas e um campus avançado com demandas de infraestrutura, a extensão atinge um patamar de extrema importância”, comentou.

Estavam presentes, também, o diretor de Ações Afirmativas, Julvan Oliveira, que apresentou o conceito e o histórico das ações afirmativas, dentro e fora do ambiente acadêmico da UFJF, bem como o trabalho da Diretoria em promover campanhas e ações inclusivas nos dois campi; o pró-reitor de Assistência Estudantil, Marcos Freitas, que destacou a necessidade de se trabalhar para além da concessão de bolsas e auxílios, mas no sentido de construir um ambiente organizacional e acadêmico saudável e acessível a estudantes, docentes e TAEs; e o pró-reitor de Infraestrutura e Gestão, Marcos Tanure Sanábio.

Comunidade expõe propostas em reunião do Instituto de Ciências da Vida
Após as apresentações da Administração Superior na reunião, docentes, TAEs e estudantes do campus avançado levantaram demandas e questionamentos sobre melhorias a serem implementadas em GV. Foram pontuadas lacunas nas condições de acessibilidade, que acarretam transtornos a discentes do ICV, bem como problemas de logística no deslocamento entre as instituições e nas condições dos laboratórios da Saúde. Entre as sugestões apontadas pela comunidade acadêmica está a publicação de uma chamada pública para locação de nova instalação na cidade.

No encerramento da reunião, Marcus David destacou que a UFJF prioriza a busca pela acessibilidade; o reitor declarou ainda que as demandas apresentadas pela comunidade serão analisadas em reuniões de trabalho a serem realizadas já nesta semana, em Governador Valadares.

Diálogo e transparência no contato com a comunidade de GV
Durante a reunião com o ICSA, pela manhã, além da apresentação do panorama de atuação durante os dois primeiros anos de gestão, a equipe da reitoria recebeu demandas por parte da comunidade acadêmica presente na reunião. Entre as solicitações apresentadas, estão maior incentivo em bolsas de estudo, atenção ao calendário da Pesquisa e da Extensão, e ainda demandas por infraestrutura, mais políticas de ações afirmativas e contra assédios.

O diretor do ICSA, Denis Perdigão, destacou a importância da transparência adotada pela atual gestão em apresentar o panorama da Universidade e se propor a ouvir a comunidade acadêmica “de forma que possam expressar seus anseios, inquietações, e que possam apontar as necessidades de melhoria que a Universidade possui”. Para ele, a abertura do diálogo entre a Administração Superior e a comunidade acadêmica é “um exercício democrático muito importante e benéfico para todos, em especial para nós do ICSA, que tivemos a oportunidade de falar abertamente com a reitoria”.

O professor comentou ainda as expectativas de desdobramentos do encontro desta terça: “esperamos que desse exercício democrático surjam soluções e oportunidades para que possamos avançar cada vez mais no nosso ensino, pesquisa e extensão, entregando para GV e região o melhor serviço acadêmico possível”.

As reuniões continuam nesta quarta, 7, a partir das 10h, quando a equipe de Juiz de Fora se reúne com a Direção-geral do campus avançado para apresentar o planejamento 2018/2020 da UFJF. Foi aberta, também, agenda de reuniões da equipe com os departamentos acadêmicos da UFJF-GV que solicitaram momento de debate com a Administração Superior.

Clique aqui para ver esta matéria na fonte original.

Anúncios