Mestrado do Caed desenvolve plenário virtual para deliberações do colegiado – Notícias UFJF


:: UFJF em 06/11/2018 14:13 ::

Com o objetivo de facilitar a comunicação e agilizar a tomada de decisões, o Programa de Pós-graduação Profissional em Gestão e Avaliação da Educação Pública (PPGP) oferecido pelo Centro de Políticas Públicas e Avaliação da Educação (Caed) da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF) desenvolveu o Plenário Virtual, uma plataforma online que permite aos membros do colegiado deliberarem, a distância, sobre assuntos relativos ao programa.

O Mestrado Profissional em Gestão e Avaliação da Educação Pública possui características específicas por ser um curso na modalidade semipresencial.

De acordo com a coordenadora do mestrado, Eliane Medeiros Borges, devido ao caráter nacional do PPGP, o corpo docente conta com professores de diversos estados do país. “Em consequência, as reuniões de colegiado tinham dificuldade de ter quórum, que é a presença de metade do corpo docente, mais um. Muitas decisões sobre o andamento do curso dependem da aprovação do colegiado e, quando as reuniões não têm quórum, muitas ações podem ficar travadas”, explica.

O programa conta com 41 professores permanentes, 19 colaboradores e um convidado. Por isso, a ideia de adotar as ferramentas da plataforma Moodle, já utilizada em outras atividades do PPGP, facilitou o debate dos temas que precisam de deliberação rápida. A professora explica que as discussões sobre as pautas levadas à apreciação têm duração de três dias úteis, seguidos por dois dias úteis destinados à votação. “Para participação na plenária, os membros do colegiado, docentes e representantes discentes, devem ingressar no ambiente virtual, por meio de login e senha, durante o período indicado. Para registro de voto, é preciso acessar o recurso específico para tal, que apresenta as opções concordo, discordo ou abstenho, com campo para justificativa, se for o caso.”

Em funcionamento desde outubro, o plenário virtual realizou a primeira votação, sobre recurso de uma aluna ao desligamento do Programa. Para a coordenadora do programa, professora Eliane Medeiros Borges, “a plataforma possibilita um melhor andamento do mestrado, tanto sob o ponto de vista acadêmico como pedagógico”. A recepção à tecnologia tem sido favorável. “No interior do Programa percebemos uma repercussão muito positiva. E, em outros cursos, temos verificado o interesse de implantar também um Plenário Virtual.”

A Pró-reitora de Pesquisa e Pós-graduação, Mônica Ribeiro de Oliveira, lembra que o sistema virtual não deve substituir os encontros presenciais. “O trabalho de um colegiado em pós-graduação é conjunto, de troca de ideias, busca de crescimento, definições de estratégias e planos futuros. É um momento muito importante.” Mas, para ela, a iniciativa de aliar a tecnologia à atuação do colegiado é muito positiva e adequada ao tempo em que vivemos. “Permite uma maior fluidez e rapidez em certas decisões. É um instrumento inovador e excelente que pode servir como uma experiência interessante para outros programas com características parecidas.”

Clique aqui para ver esta matéria na fonte original.

Anúncios