Polícia Civil aponta queda nos registros de homicídios em Juiz de Fora


:: Diário Regional em 07/11/2018 18:48 ::

De 1° de janeiro até o dia 31 de outubro de 2018, Juiz de Fora registrou 76 casos de homicídios consumados e 83 casos de homicídios tentados. De acordo com os dados da Delegacia Especializada de Homicídios, apresentados pelo Delegado Rodrigo Rolli, houve uma diminuição de 27,6% em casos de homicídios consumados se comparado ao mesmo período do último ano, que totalizam 105 desses casos.

grafico-1-300x168.jpg

No gráfico acima foram apresentados dados de ‘homicídio tentado’ apenas a partir de 2015.

Gráfico: Polícia Civil – Equipe Delegado Rodrigo Rolli

Segundo os dados de 2018, o mês que apresentou maior número de homicídios consumados foi janeiro, com 12 casos registrados.Setembro aparece como o mês com menor registro, sendo apenas 3 ocorrências do gênero. Na somatória geral, homicídios consumados e tentados, junho lidera o ranking com 22 ocorrências. O mês com menor registros de ambos os crimes é março, com apenas 9 casos.

tabela-300x36.bmp

Dados: Polícia Civil – Equipe Delegado Rodrigo Rolli

Ainda com base nos dados deste ano, as regiões Cidade Alta, Norte e Sul, comandadas pelo 27° Batalhão de Polícia Militar, foram 101 registros de homicídios de janeiro a outubro, sendo 46 homicídios consumados. Neste mesmo período analisado, no Centro de Juiz de Fora, somado as regiões Leste, Sudeste e Nordeste, monitoradas pelo 2° Batalhão de Polícia Militar, foram 58 registros no geral e 30 casos de homicídios consumados.

grafico-2-300x179.jpg

Dados de ‘Homicídios Consumados’ em 2018 por região. Gráfico: Polícia Civil – Equipe Delegado Rodrigo Rolli

Além da evolução dos registros de homicídios deste ano, abaixo você pode conferir a evolução ao longo dos anos, desde 2014.

gr%C3%A1fico-3-300x184.jpg

Dados de ‘Homicídios Consumados’ com base nos anos por região. Gráfico: Polícia Civil – Equipe Delegado Rodrigo Rolli

Do dia 01/10/2014 a 01/10/2018, 662 procedimentos foram concluídos e 325 mandados de prisão solicitados. No geral, 108 autores estiveram envolvidos nesses casos registrados este ano. De acordo com o Delegado Rodrigo Rolli, o objetivo do balanço é dar uma satisfação àsociedade. “Trabalhamos para a sociedade. Nosso objetivo e comprometimento com a população é de trazer cada vez mais um trabalho de qualidade para a cidade dentro dessa questão de homicídios”, comenta. Ele explica que foram aplicadas algumas metodologias que contribuem para a diminuição de registros de homicídio em Juiz de Fora. “Desde que minha equipe assumiu, completando 4 anos este ano, buscamos conhecer o crime dentro da cidade e mapear as regiões e as áreasonde ocorrem esses delitos, além dos grupos que atuam nessas ocorrências”, disse. Rolli também ressalta os avanços ao longo dos anos. “Nos últimos quatro anos é possível perceber a grande quantidade de mandados de prisão cumpridos na cidade. Com o nosso trabalho na Delegacia de Homicídios temos um pedido de prisão a cada 5 dias e um inquérito concluído a cada 3 dias” , disse.

Clique aqui para ver esta matéria na fonte original.

Anúncios