Presidenta do Inep sobre o Pajubá: “Lamento leituras equivocadas. O Enem não tem interferência do Governo”


:: El Pais em 09/11/2018 20:33 ::

“Nhaí, amapô! Não faça a loka e pague meu acué, deixe de equê se não eu puxo teu picumã!”. A frase em Pajubá—dialeto falado pela comunidade LGBT— fazia parte no último domingo de uma das questões da prova de linguagens do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), cujo objetivo era o de testar os conhecimentos dos estudantes sobre o conceito de dialeto.

Seguir leyendo.

Clique aqui para ver esta matéria na fonte original.

Anúncios