Quarteto em Cy e Danilo Caymmi se apresentam no Central – Notícias UFJF


:: UFJF em 09/11/2018 11:53 ::

quarteto-em-cy-3-crdito-marcelo-cabanas-300x187.jpg

No repertório estão Vatapá, Eu sei que vou te amar, Maria Maria, Samba do Grande Amor (Foto: Marcelo Cabanas)

O Cine-Theatro Central da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF) recebe, neste sábado, 10, o show do Quarteto em Cy e Danilo Caymmi, às às 21h. O quarteto, que já se apresentou em Juiz de Fora em 2015 com o grupo MPB4, volta trazendo como convidado um grande nome da tradicional família musical Caymmi.

Juntos, vão cantar Vinícius de Moraes, Dorival Caymmi e celebrar também outros grandes compositores e intérpretes brasileiros, como Milton Nascimento, Chico Buarque, Tom Jobim, Carlos Lyra e Joyce Moreno.

No palco, são 54 anos de carreira do Quarteto em Cy e 45 anos de trajetória de Danilo Caymmi, o que garante ao público um espetáculo permeado de histórias e de canções clássicas da MPB. No repertório estão Vatapá, Eu sei que vou te amar, Maria Maria, Samba do Grande Amor. Além disso, Danilo Caymmi trará músicas autorais, como Andança.

História

Em 1964, o produtor Aloysio de Oliveira juntou no palco da boate Zum Zum, na rua Barata Ribeiro, em Copacabana, Vinicius de Moraes, Dorival Caymmi, o Conjunto Oscar Castro Neves e o Quarteto em Cy, que estreava na época formado pelas irmãs Cyva, Cynara, Cybele e Cylene. O show foi um grande sucesso, fez duas temporadas e, em 1967, virou LP lançado pela histórica gravadora Elenco, do mesmo produtor.

De lá para cá, o quarteto teve outras formações. A irmã Cylene abandonou definitivamente o grupo já nos anos 1960, fazendo apenas raras aparições, e Cybele saiu algumas vezes, mas sempre retornou, porém faleceu em 2014. Durante essas trocas, participaram do quarteto as cantoras Semíramis, Regina, Dorinha, Sonya e Corina, sendo as duas últimas integrantes nos dias atuais, ao lado das duas irmãs que nunca deixaram a formação: Cyva e Cynara.

Filho do saudoso compositor Dorival Caymmi, Danilo Caymmi começou a trabalhar com música ainda nos anos 1960, acompanhando o pai e seus amigos, mas só lançou de fato o seu primeiro disco em 1973, iniciando assim a sua carreira solo.

Na efervescência musical dos anos 1960, as irmãs Cynara e Cybele disputaram uma competição de que também participava Danilo Caymmi. Tratava-se da edição anual do Festival Nacional da Canção de 1968, ano de destaque nos protestos contra o Regime Militar no Brasil. A plateia estava torcendo pela música Para não dizer que não falei de flores, de Geraldo Vandré, devido ao momento político do país, mas a preferida do público ficou em segundo lugar, enquanto as meninas conquistaram o primeiro, interpretando Sabiá, de Tom Jobim e Chico Buarque, resultado que gerou vaias. Já Danilo, com Edmundo Souto e Eduardo Tapajós, ficou em terceiro, com Andança.

Cinco décadas depois, o Quarteto em Cy, agora composto por Cyva, Cynara, Sonya e Corina, se junta a Danilo Caymmi pela primeira vez para homenagear o talento de seus amigos, que produziram memoráveis canções. O show relembra a época de lançamento do LP De Marré de Cy, produzido há mais de 50 anos, e já passou por outros palcos, como Blue Note, no Rio de Janeiro, no início deste ano.

Outras informações: (32) 3215-1400 – Cine-Theatro Central

Clique aqui para ver esta matéria na fonte original.

Anúncios