800 horas rezando sem parar na igreja para evitar uma deportação


:: El Pais em 30/11/2018 16:28 ::

A reza como um protesto e esperança. Na igreja holandesa de Bethel, localizada em Haia, seus fiéis (protestantes) estão há um mês e dois dias rezando sem parar para evitar a deportação de uma família armênia acolhida dentro: quase 800 horas. A polícia não pode entrar em um templo durante os serviços religiosos e, por isso, 300 reverendos de todo o país se revezam para impedir a prisão de Sasun e Anousche Tamrazyan e seus três filhos. Sasun diz que fugiu de seu país quando foi ameaçado de morte por razões políticas.

Eles estão na Holanda há nove anos e, embora o Governo tenha ordenado sua partida porque a Armênia é considerada um país seguro, dizem que não confiam nisso. Tentaram ficar apelando à anistia para menores refugiados decretada em situações excepcionais pelas autoridades. Se isso for alcançado, os pais também se beneficiariam e seus problemas estarão resolvidos.

Seguir leyendo.

Clique aqui para ver esta matéria na fonte original.

Anúncios