Plano de cuidado éfundamental para sucesso do implante dentário


:: TM Especiais em 02/12/2018 08:44 ::

D-15.jpgO cuidado e o acompanhamento individualizado que geram confiança e cumplicidade caracterizam o atendimento dos especialistas Rodrigo Guerra e Leonardo Picinini

Assim como a medicina avança a cada dia mais no resgate ao médico de família, especialista que acompanha o histórico de vida do paciente e o orienta em suas necessidades de saúde, na odontologia o movimento não é diferente.

O superespecialista que, ao longo do tempo ganhou notoriedade, hoje se vê diante de um novo paradigma que o obriga a ter um olhar mais abrangente e integral sobre as demandas que chegam ao seu consultório.O motivo é simples: o paciente precisa estar no centro do modelo de atenção e se sentir responsável,junto com o dentista de confiança, pela tomada de decisão que influenciará sua saúde e seu bem-estar, assim como a saúde de seu bolso. Isto só é possível em uma relação de cumplicidade e transparência, sobretudo nos casos de implantes dentários.

Foi exatamente pela segurança de ter profissionais capazes de acompanhar todo seu tratamento, encaminhando para outros especialistas sempre que necessário, que a microempreendedora individual Lucimar Nunes fez a escolha dos dentistas para realizar seus implantes. “Eles não me ofereceram apenas a opção de implantes, mas todo um plano de cuidado do qual as próteses são apenas uma parte”, conta Lucimar que já estava cansada de perambular pelos consultórios, de onde saia com orçamentos, mas nunca com nada tão abrangente e planejado em reabilitação oral. “Eu me sentia perdida, sem condição de tomar a melhor decisão”.

Especialistas em implantes dentários e coordenadores da pós-graduação em implantodontia da Suprema, os mestres e doutores Rodrigo Guerra de Oliveira e Leonardo Picinini observam que mesmo buscando sempre a especialização nunca abriram mão de avaliar o paciente de forma integral, acolhendo suas necessidades por meio de uma escuta atenta, para alcançar a matéria-prima fundamental de qualquer relacionamento: a confiança. Alguns profissionais se especializaram tanto que realizam procedimentos em situações completamente adversas, por não estarem focados no paciente, mas no conhecimento que adquiriram. “É o caso de implantes feitos em pessoas com doença periodontal, por exemplo, ou seja, em um ambiente completamente inóspito”, explica Rodrigo.

Colocar o paciente no centro da atenção e do cuidado pode parecer uma atitude óbvia e simples, mas nem sempre é, porque pressupõe que o especialista, em alguns casos, deverá encaminhá-lo para outros profissionais. Mais que isso, terá que reduzir a distância que o conhecimento interpõe entre os dois. “É preciso compartilhar aprendizagens, acolher os desejos do cliente, orientá-lo para o autocuidado, mas também saber conduzi-lo para os procedimentos que melhor se encaixam ao plano de tratamento. Isto tudo se faz por meio de um convencimento que vem da confiança”, ressalta Leonardo. ’Entender os desejos do paciente desde o princípio é fundamental, para que ele fique plenamente satisfeito ao final do tratamento”.

Preocupação com o paciente caracteriza formação de implantodontistas

A lógica da atenção centrada no paciente é também uma das características da formação para quem faz a pós-graduação em implantodontia pela Suprema, que abrirá nova turma em março de 2019. “Nossos alunos iniciam o curso acreditando que só vamos conversar sobre implantes. Estão preocupados em como fazer o procedimento, em abrir uma cavidade. A gente mostra que isso não é o mais importante, porque ele precisa enxergar todo o contexto e entender a real necessidade do paciente, para avaliar o que irá oferecer de melhor”, observa Leonardo Picinini. “O implante não é uma estaca. Não é isso que a gente acredita. Por isso, em nosso trabalho é proibido pensar sobre a disponibilidade financeira do paciente. Quando se pensa assim, o profissional corre o risco de não oferecer o que há de melhor e ideal para o tratamento do caso específico, colocando em risco o sucesso do trabalho”, completa.

Implante-2.jpg

“A especialização em implantodontia é um serviço importante da clínica odontológica. Na verdade, é a ferramenta mais importante para substituir um dente perdido, mas é preciso lembrar que se trata de uma opção dentro da clínica odontológica e, portanto, deve ser avaliada de forma dinâmica e no conjunto com outras iniciativas”, observa Rodrigo Guerra de Oliveira. Tanto que no Centro de Odontologia Avançada, onde os dois profissionais atendem, há uma equipe formada por diferentes especialidades, para que o paciente se sinta acolhido e acompanhado durante todo o tratamento que, dependendo do caso, pode durar vários meses.

Com o plano de cuidados definido, o paciente tem condição também de se organizar financeiramente, sabendo quanto e quando terá que investir em cada etapa para a colocação dos implantes dentários.Caso tenha interesse, poderá ser encaminhado para atendimento pelos alunos da pós-graduação em implantodontia da Suprema,com custo até 50% mais barato. O material e a técnica usados têm a mesma qualidade. O que difere é apenas o tempo de execução e o profissional que realizará o procedimento.

Saiba mais

O implante dentário é realizado a partir da colocação de um parafuso de titânio dentro do osso, abaixo da gengiva.Sua função é fazer o papel da raiz. Sobre esse implante,o dentista fixa o novo dente,em geral, feito em porcelana.O tratamento é indicado nos caso sem que o paciente já perdeu o denteou quando não há condições de recuperá-lo.Também é realizado para substituir o uso de dentaduras.

Onde ir

  • Centro de Odontologia Avançada

Av. Barão do RioBranco, 2406 –Sala 503

(32) 3213-7040

@centrodeodontologiaavancadajf

  • Pós-graduação em Implantodontia – Suprema

Rua José Lourenço Kelmer, 1300/111

(32) 3083-3268

@posodontosuprema

O post Plano de cuidado éfundamental para sucesso do implante dentário apareceu primeiro em Tribuna de Minas.

Clique aqui para ver esta matéria na fonte original.

Anúncios