Site de troca e negociação incentiva reúso de materiais de construção – Notícias UFJF


:: UFJF em 04/12/2018 10:32 ::

Com o objetivo de promover a prática de doações, trocas e negociações de materiais e componentes usados de construção civil em Juiz de Fora e região, o projeto de extensão “Bloco na rua: reúso de materiais e componentes de construção civil”, lançou a plataforma ReMat. O site é resultado de um estudo desenvolvido na Faculdade de Engenharia da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF) por professores e alunos que buscam a melhoria nos processos que interferem diretamente na conservação do meio ambiente.

De acordo com o coordenador do projeto, professor Pedro Kopschitz Xavier Bastos, o site busca ser uma espécie de brechó da construção, conectando pessoas interessadas em apresentar e recolher materiais como portas, aço, grades, entre outros.

“A ideia é ser uma plataforma de encontro para doações e trocas de materiais usados ou sobras de obras. Esperamos não só facilitar as transações, como também promover a prática do reúso na área de construção civil, dando acesso a materiais baratos ou gratuitos para pessoas que precisem”. Todas as negociações são realizadas diretamente entre as partes interessadas.

Sustentabilidade

A reutilização de materiais ou componentes construtivos é diferente de reciclar. É utilizá-lo novamente, reinstalando-o no mesmo local após manutenção, ou em outro lugar. “Com o reúso, elementos retirados de uma obra podem se tornar muito úteis em outra e até ter funções diferentes”. É uma prática difundida em vários países que colabora para ampliação da cultura da sustentabilidade.

De acordo com o professor, o reúso prolonga a vida dos materiais e reduz a extração de recursos naturais, contribuindo, sobretudo para o meio ambiente. A ideia é reduzir a emissão de dióxido de carbono (CO2) na atmosfera, uma vez que esta substância está ligada às mudanças climáticas, sendo um dos principais gases responsáveis pelo aquecimento global. “Pretendemos, também, colaborar para a redução de impactos ambientais causados com a produção e transporte de materiais novos. Vamos medir essa redução aplicando índices de emissão de CO2 embutido em cada tipo de material que teve a transação concretizada pelo site”. O ReMat é uma iniciativa sem fins lucrativos.

Outras informações: anuncios@remat.eco.br

Clique aqui para ver esta matéria na fonte original.

Anúncios