Os caminhos abertos pelo bebê brasileiro nascido do útero transplantado de uma morta


:: El Pais em 05/12/2018 16:18 ::

Uma brasileira de 32 anos foi a primeira mulher do mundo a dar à luz, em 2017, um bebê saudável após receber um útero transplantado de um cadáver no Hospital das Clínicas em São Paulo. A receptora tinha os ovários intactos e produzia óvulos, mas nasceu sem útero por causa de uma doença congênita que afeta uma em cada 4.500 mulheres. O caso, publicado nesta terça-feira, 4, na revista médica The Lancet, abre caminhos para mulheres inférteis e, inclusive, para pessoas que mudaram de sexo, além de suscitar discussões sobre dilemas éticos.

Seguir leyendo.

Clique aqui para ver esta matéria na fonte original.

Anúncios