Temporal atinge Simão Pereira, e BR-040 é interditada no sentido Rio


:: TM Região em 05/12/2018 20:22 ::

chuva-simao-pereira-by-marcelo-2.jpgLimpeza das vias começou logo após a passagem da forte chuva que atingiu a cidade (Foto: Marcelo Ribeiro)chuva-simao-pereira-by-marcelo1.jpgÁrvore de grande porte veio abaixo durante o temporal que atingiu a cidade (Foto: Marcelo Ribeiro)

Uma forte chuva que caiu na tarde desta quarta-feira (5) em Simão Pereira, há cerca de 30 quilômetros de Juiz de Fora, causou muitos estragos na cidade.

Segundo informações iniciais do Corpo de Bombeiros, houve várias quedas de árvore. Uma delas, situada dentro de um condomínio, teria atingido uma residência. Outra, que caiu às margens da BR-040, próximo à praça de pedágio, fechou totalmente a rodovia em sentido ao Rio de Janeiro. Por volta das 19h, depois da limpeza de funcionários da Concer, o trecho foi liberado.

Ainda conforme os bombeiros, em virtude do grande volume de precipitações, algumas ruas sofreram inundações. Duas viaturas da corporação em Juiz de Fora foram deslocadas ao local. Outras duas equipes do Samu também foram enviadas à cidade. A informação preliminar é de que 12 pessoas ficaram feridas, mas, até por volta das 19h, não havia detalhes sobre seus estados de saúde.

Pedro Mendonça, 47 anos, foi surpreendido pela chuva quando chegava para fazer uma entrega naquele município. Autônomo, ele dirigia seu caminhão no momento da queda do granizo na entrada de Simão Pereira, por volta de 16h. Assustado com a força do vento, ele tentou retornar para Juiz de Fora, mas não havia visibilidade na estrada. “Tive que parar, não consegui chegar dentro da cidade. Além da intensidade da chuva, a força do vento derrubou muitas árvores. Tive medo que meu caminhão fosse atingido por uma delas”, contou Pedro, ainda assustado com o que viveu.

Segundo ele, a queda de granizo durou quase meia hora, provocando pequenos danos no caminhão que ele usa para fazer transporte e mudanças. Ele só conseguiu retornar para Juiz de Fora após a diminuição do temporal.

A caminho do local, a reportagem flagrou um grupo de 10 moradores na rodovia, realizando a desobstrução de galhos com auxílio de um trator. No sítio Olho D’Agua, o proprietário Natércio Ferreira Rocha foi surpreendido pela queda de uma árvore centenária. O arbusto caiu na entrada do imóvel, interditando a passagem do morador para a entrada principal. Segundo ele, situação parecida não havia sido presenciada há 18 anos, desde quando ele adquiriu a propriedade. “Foram cerca de 20 minutos de chuvas com este estrago todo. Parte da minha casa destelhou e não conseguimos acessá-la. A sorte foi que ninguém ficou ferido”, diz.

Já o pedreiro Paulo Souza contou que a residência dele também foi atingida por uma árvore, e a preocupação é com a esposa. “Minha mulher é doente e tenho medo de ela passar mal. Como vou retirá-la de lá com essa árvore enorme na nossa varanda? Ainda não sei o que fazer.”

Um motoboy, que preferiu não se identificar, saiu para uma entrega quando se deparou com a situação caótica na estrada. “Vi o grupo limpando a pista e resolvi parar meu trabalho para ajudar. Quando acalmar a situação, volto com as entregas “, concluiu.

Granizo em outras cidades

Além de Simão Pereira, outras cidades da região também tiveram registro de granizo, como em Piau e Tabuleiro. O morador de Córrego dos Almeidas, na Vila Boa Vista, zona rural de Piau, Ricardo Ribeiro de Oliveira, disse que a chuva começou por volta das 17h e houve ocorrência de granizo. “Foi uma chuva muito forte, com muitos ventos e depois com as pedras. Estamos muito preocupados”, pontua. A Cemig afirmou a falta de energia elétrica na cidade, assim como em outros pontos da região, que também registraram chuva. Funcionários da empresa, segundo a assessoria de comunicação da companhia, estão trabalhando na normalização do serviço. A previsão é de que todos os trabalhos prossigam durante a madrugada e só sejam finalizados na manhã desta quinta.

O post Temporal atinge Simão Pereira, e BR-040 é interditada no sentido Rio apareceu primeiro em Tribuna de Minas.

Clique aqui para ver esta matéria na fonte original.

Anúncios