Mudança da Funai alimenta temor de política “integracionista” sob Bolsonaro


:: El Pais em 06/12/2018 17:12 ::

Responsável por promover e proteger os direitos dos povos indígenas no Brasil, a Fundação Nacional do Índio (Funai) será transferida para o novo Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, pasta recém-criada pelo presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) e que será comandada pela pastora e advogada Damares Alves, assessora do senador Magno Malta. O anúncio foi feito na tarde desta quinta-feira pelo futuro chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni.

Neste mesmo dia, um grupo de lideranças indígenas esteve no quartel-general da transição governamental, em Brasília, e protocolou um documento no qual pediam que a Funai permanecesse sob o guarda-chuvas do Ministério da Justiça. A solicitação foi ignorada pelo novo governo.

Seguir leyendo.

Clique aqui para ver esta matéria na fonte original.

Anúncios