Oficina aborda cuidados para evitar quedas de idosos – Notícias UFJF


:: UFJF em 07/12/2018 14:45 ::

Com o objetivo de abordar questões referentes à relação do idoso com o ambiente doméstico e com a cidade, o Grupo de estudos sobre o indivíduo idoso, da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo (FAU) da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF), promoveu nesta sexta-feira, 7, uma oficina na unidade central do Sesc, em Juiz de Fora.

idosos1-630x421.jpg

Iniciativa faz parte de projeto de extensão do Grupo de Estudos sobre o Indivíduo Idoso, da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo (Foto: Twin Alvarenga/UFJF)

A iniciativa faz parte de um projeto de extensão coordenado pelo professor Emmanuel Pedroso, cujo objetivo é conscientizar e promover maior qualidade de vida para pessoas na terceira idade.

A oficina abordou a relação da pessoa idosa com os espaços em que ocupa, de uma forma lúdica e divertida, através de um jogo. A ideia foi promover uma reflexão sobre como evitar quedas e acidentes, tanto em casa quanto no espaço urbano.

Os idosos foram divididos em alguns grupos, que respondiam questões sobre sobre acessibilidade e percepção ambiental. Pedroso conduziu a competição, e o grupo que respondeu corretamente o maior número de perguntas ganhou a brincadeira. O objetivo era abordar o tema de forma leve e divertida. Maria José Silva Ferreira, 69 anos, conta que gostou muito da experiência. “Eu achei excelente. Somos leigos no assunto, então foi a oportunidade de aprendermos sobre os cuidados que devemos ter. Aprendi muitas coisas que nem imaginava que poderiam causar problemas para nós, idosos”.

Conscientização
Durante o evento, o professor propôs uma rápida pesquisa entre as 28 pessoas idosas presentes. Dentre elas, 15 afirmaram já ter sofrido alguma queda no ambiente doméstico e 18 nas ruas da cidade. De acordo com Pedroso, os números apontam a importância de promover a reflexão sobre a relação dos idosos com os ambientes em que transitam. “Nossa intenção com a realização desta oficina é contribuir com uma maior conscientização dos idosos com relação a riscos de quedas e acidentes. E também ser uma ponte entre os conhecimentos da Universidade e a comunidade externa, para que possam realizar suas atividades diárias de maneira autônoma, tranquila e segura”.

Visando atingir o maior público possível, o projeto busca contato com espaços da cidade que já trabalham com grupos de idosos. Foi assim que surgiu a proposta de trabalhar com os integrantes do grupo Sesc +60. De acordo com a analista de Serviços Sociais do Sesc Juiz de Fora, Renata Aparecida Ferreira, a oficina foi muito esclarecedora para os idosos, que muitas vezes reclamam da dificuldade de acessibilidade em alguns espaços. “Acidentes são muito frequentes nesta faixa etária, então é importante conversar sobre isso. É uma forma de melhorar a qualidade de vida e promover o protagonismo e o empoderamento dessas pessoas”.

A ideia, de acordo com Pedroso, é promover diversas oficinas ao longo do próximo ano.

Outras informações
(32) 2102-3359/2102-3403 – Faculdade de Arquitetura e Urbanismo – FAU/UFJF

Clique aqui para ver esta matéria na fonte original.

Anúncios