Escolas do Rio esperam esgotar ingressos para desfile das campeãs


:: AgBrasil :: Cultura em 07/03/2019 22:35 ::

A Liga Independente das Escolas de Samba do Rio de Janeiro (Liesa) espera esgotar os ingressos para o desfile das campeãs no próximo sábado (9). Voltam à Passarela do Samba neste dia as seis escolas mais bem colocadas no carnaval deste ano: Mangueira, Viradouro, Vila Isabel, Portela, Salgueiro e Mocidade.

Segundo o coordenador da Central de Vendas de Ingressos da Liesa, Heron Schneider, a venda está um sucesso e deve se encerrar rapidamente. Ele informou que as frisas já estão todas vendidas, os camarotes ocupados e que, nas arquibancadas especiais, foram vendidos 80% dos lugares, como também os do Setor 7 das arquibancadas.

“[Os ingressos] devem se esgotar até amanhã [8].
Continue Lendo “Escolas do Rio esperam esgotar ingressos para desfile das campeãs”

Elaine Caparroz: “Por favor, não me deixe morrer”


:: El Pais em 07/03/2019 22:05 ::

O lutador de jiu-jítsu Vinicius Batista Serra, 27 anos, desvencilhou-se do corpo imóvel da paisagista Elaine Caparroz, 55 anos, porque acreditou que ela, naquela luta difícil e sangrenta, estivesse, por fim, derrotada e morta. O faixa-marrom de quase 1,90m, estudante de direito, levantou-se, vestiu a camisa quadriculada em azul e branco, dobrou os punhos e saiu do apartamento da mulher com quem estivera uma única vez. Imaginava deixar ileso o quarto e sala alugado por Elaine no gigantesco Torre Charles de Gaulle, condomínio que abriga 454 apartamentos na Avenida das Américas, uma das principais vias da Barra da Tijuca, zona Oeste do Rio de Janeiro.
Continue Lendo “Elaine Caparroz: “Por favor, não me deixe morrer””

Feminismo? Entendeu ou quer que desenhe


:: El Pais em 07/03/2019 22:05 ::

Uma seleção do humor da cartunista Flavita Banana para este 8 de março

Clique aqui para ver esta matéria na fonte original.

Greve de mulheres na redação do EL PAÍS


:: El Pais em 07/03/2019 22:05 ::

As mulheres da redação do EL PAÍS pelo mundo cruzam os braços neste dia 8. A iniciativa surgiu na Espanha, onde coletivos feministas incentivam uma greve geral de mulheres no país todo, a exemplo do que aconteceu no ano passado, quando as ruas foram tomadas por espanholas. Motivos para a paralisação não faltam. Assédio moral, sexual, feminicídios, diferenças salariais nas empresas, desestímulo à maternidade, ao mesmo tempo em que se inibe o debate sobre o aborto.

Seguir leyendo.

Clique aqui para ver esta matéria na fonte original.

O surto moral de um advogado agressor que ninguém quer defender


:: El Pais em 07/03/2019 22:05 ::

Tudo o que a mídia publicou sobre o lutador de artes marciais, Vinicius Batista Serra, que espancou por quatro horas a paisagista Elaine Caparroz, de 55 anos, depõe contra ele. Um bad boy na descrição de frequentadores e treinadores de academias, colegas do curso de direito e donos de bares do seu bairro. Um monstro sanguinário traçado a partir dos relatos das dez pessoas ouvidas na 16ª Delegacia na Barra da Tijuca, entre testemunhas e vítima. O EL PAÍS foi ao endereço do advogado, de 27 anos, para ouvir sua família, que mora no quinto andar de um prédio de classe média alta, em uma rua tranquila do carioca Leme, a uma quadra da praia, na altura do Posto 1. É preciso analisar o seu perfil.

Seguir leyendo.

Clique aqui para ver esta matéria na fonte original.

Não há ‘backlash’ provocado pelo feminismo


:: El Pais em 07/03/2019 22:05 ::

Lucía é uma menina de 11 anos. Seria uma criança anônima da cidade de Tucumán, no norte da Argentina. Não é mais, e a razão é assustadora. Violentada pelo namorado da avó, engravidou de um estupro. A menina chegou ao hospital por “dores estomacais”, sequer sabia da gravidez. Enquanto o hospital oferecia medicamentos para acelerar o desenvolvimento fetal, a família buscava apoio nos movimentos de mulheres nacional “Ni una menos” e #NiñasNoMadres.
Continue Lendo “Não há ‘backlash’ provocado pelo feminismo”

Dia da Mulher: por que a data é celebrada em 8 de março em todo o mundo?


:: El Pais em 07/03/2019 22:05 ::

A tradição de reservar uma data para reivindicar a igualdade de direitos da mulher é centenária. Nesta sexta-feira, 8 de março, celebra-se o Dia Internacional da Mulher na maioria dos países do mundo. Entretanto, um longo caminho foi percorrido até que essa data surgisse. Nesse caminho, a efeméride – que surgiu com espírito e iniciativa sindicalista – evoluiu, mudou de dia e perdeu a palavra trabalhadora do seu título. No dia 8 de março – data oficializada pela ONU em 1975 – pleiteia-se a igualdade completa de direitos. .

Seguir leyendo.

Clique aqui para ver esta matéria na fonte original.