Direitos humanos e reforma do Exército causam tensão na relação com militares no Uruguai


:: El Pais em 16/03/2019 15:35 ::

O esclarecimento de um caso de desaparecimento forçado durante a ditadura uruguaia (1973-1985) e um plano de reforma do Exército estão lançando novos elementos em uma inesperada crise provocada pela destituição do comandante da instituição, Guido Manini Ríos, pelo presidente Tabaré Vázquez. Em pleno ano eleitoral, o caso serve também para revelar alguns detalhes complexos da relação entre civis e militares na democracia e, particularmente, durante os Governos da esquerdista Frente Ampla (FA).

Seguir leyendo.

Clique aqui para ver esta matéria na fonte original.