Previdência municipal fecha ano com rombo de R$ 28 milhões


:: Tribuna de Minas Política em em 10/03/2019 08:51 ::

prefeitura1-h.jpgAdministração aguarda tramitação da proposta de reforma encaminhada ao Congresso e saber quais implicações para o sistema local (Foto: Fernando Priamo)

Assim como o mercado financeiro, os estados, os municípios e toda a população brasileira, a Prefeitura de Juiz de Fora (PJF) monitora de perto as discussões em torno da proposta do governo presidente Jair Bolsonaro (PSL) para uma ampla reforma da Previdência Social.
Continue Lendo “Previdência municipal fecha ano com rombo de R$ 28 milhões”

Governo de Minas lança seleção pública; salários variam entre R$ 7 mil e R$ 20 mil


:: Tribuna de Minas Política em em 08/03/2019 16:40 ::

Otto-Levy-Reis.jpgColetiva do secretário de Planejamento, Otto Levy, lançamento do projeto de seleção de cargos de chefia (Foto: Renato Cobucci/Imprensa-MG)

O Governo de Minas anunciou, nesta sexta-feira (8), uma ferramenta para a seleção pública para o preenchimento de vagas de chefia, direção e superintendências das secretarias e órgãos da administração direta e indireta do Estado.
Continue Lendo “Governo de Minas lança seleção pública; salários variam entre R$ 7 mil e R$ 20 mil”

Bolsonaro ameaça democracia; Mourão e Heleno minimizam


:: Kennedy Alencar em em 08/03/2019 08:31 ::

Em pouco mais de dois meses de governo, o presidente Jair Bolsonaro fez ontem uma clara ameaça à democracia. Durante cerimônia militar do 211º aniversário do Corpo de Fuzileiros Navais, no Rio de Janeiro, ele disse que a democracia e a liberdade no país dependiam do desejo das Forças Armadas.

“A missão será cumprida ao lado das pessoas de bem do nosso Brasil, daqueles que amam a pátria, daqueles que respeitam a família, daqueles que querem aproximação com países que têm ideologia semelhante à nossa, daqueles que amam a democracia. E isso, democracia e liberdade, só existe quando a sua respectiva Força Armada assim o quer”, afirmou o presidente.

É lamentável que dois generais da reserva, o vice-presidente Hamilton Mourão e o ministro do Gabinete Institucional, Augusto Heleno, tenham que vir a público minimizar uma fala do presidente que é divisionista, autoritária e uma evidente ameaça à democracia.

Ao dar à sua vitória o caráter de “missão”, ele adotou também um tom messiânico.
Continue Lendo “Bolsonaro ameaça democracia; Mourão e Heleno minimizam”

Ministro recorre para que investigação sobre ‘laranjas’ vá ao Supremo


:: Tribuna de Minas Política em em 07/03/2019 16:35 ::

O ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio (PSL), recorreu na quarta-feira, 6, da decisão do ministro Luiz Fux, do Supremo Tribunal Federal (STF), que rejeitou o pedido para que a investigação da Procuradoria Regional Eleitoral sobre candidaturas ‘laranjas’ do PSL em Minas Gerais fosse encaminhada à Suprema Corte.

A decisão de Fux atendeu a um pedido da Procuradoria-Geral da República, para quem as apurações devem continuar fora da Corte, uma vez que as novas regras do foro definem que só cabe ao Supremo julgar crimes cometidos no exercício do mandato e em função do cargo.

A defesa do ministro do Turismo pede a Fux que reconsidere sua decisão ou envie o recurso apresentado ao plenário do STF.

marcelo-valter-campanato1.jpgO presidente Jair Bolsonaro empossa o ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio (Foto: Valter Campanato/ABr)

Os advogados de Marcelo Álvaro Antônio alegam que, como os supostos delitos teriam sido cometidos durante as eleições de 2018, enquanto o ministro exercia o cargo de deputado federal, para o qual foi reeleito, a competência sobre o caso é da Suprema Corte.

Quando se manifestou no processo, a procuradora-geral da República, Raquel Dodge, destacou que as apurações não se enquadram no novo entendimento do foro privilegiado.

“Os fatos em análise, mesmo tendo ocorrido durante o mandato de deputado federal do reclamante, são totalmente estranhos ao exercício do mandato, pois envolvem situações exclusivamente de cunho eleitoral, associadas apenas ao pleito eletivo de 2018”, destacou a procuradora.

Fux tem a mesma interpretação.
Continue Lendo “Ministro recorre para que investigação sobre ‘laranjas’ vá ao Supremo”

‘Liberdade só existe quando Forças Armadas assim o quiserem’, diz Bolsonaro


:: Tribuna de Minas Política em em 07/03/2019 13:35 ::

O presidente Jair Bolsonaro disse na manhã desta quinta-feira (7), durante cerimônia dos 211 anos do Corpo de Fuzileiros Navais, que governará ao lado das “pessoas de bem”, “daqueles que amam a Pátria”. O presidente completou sua mensagem com a declaração de que só existe democracia e liberdade quando as Forças Armadas assim o quiserem.

bolsonaro2-marcos-correa-PR.jpgBolsonaro esteve no Rio de Janeiro na manhã desta quinta (Foto: Marcos Corrêa/PR)

Segundo Bolsonaro, a missão de governar o país “será cumprida ao lado das pessoas de bem do nosso Brasil, daqueles que amam a Pátria, daqueles que respeitam a família, daqueles que querem aproximação com países que têm ideologia semelhante à nossa, daqueles que amam a democracia e a liberdade”.
Continue Lendo “‘Liberdade só existe quando Forças Armadas assim o quiserem’, diz Bolsonaro”

Golden shower mascara despreparo e suspeitas de corrupção


:: Kennedy Alencar em em 07/03/2019 08:40 ::

Jair Bolsonaro e seus filhos Flávio, Eduardo e Carlos usam a bárbarie como uma arma política para mascarar o despreparo do presidente, as suspeitas de corrupção que rondam membros da família e as relações perigosas do clã com milicianos do Rio de Janeiro.

A selvageria no discurso político é método. Bolsonaro agiu assim a vida inteira. Era previsível a repetição da fórmula quando chegasse ao Palácio do Planalto.

Surpreendem-se apenas aqueles que aceitaram a “normalização” de Bolsonaro na campanha eleitoral, tratando-o como um candidato democrata. Ao longo de sua carreira política, ele defendeu a ditadura militar de 1964, dedicou o voto pró-impeachment de Dilma ao torturador Carlos Alberto Brilhante Ustra, ameaçou a imprensa, atacou gays, quilombolas e mulheres.
Continue Lendo “Golden shower mascara despreparo e suspeitas de corrupção”

Bolsonaro volta a defender amparo a agentes de segurança que usem de letalidade


:: Tribuna de Minas Política em em 05/03/2019 18:21 ::

O presidente Jair Bolsonaro voltou a defender, em sua conta oficial no Twitter nesta terça-feira (5), o chamado “excludente de ilicitude”, que possibilita tratamento diferenciado a policiais que matarem em serviço. Segundo o presidente, é “urgente” que o Congresso aprecie matérias que deem amparo para que os agentes de segurança pública “ou não” usem da letalidade para defender a população.

“Palavras minhas: é urgente que o Congresso aprecie matérias para que os agentes de segurança pública ou não, (sic) usem da letalidade para defender a população, caso precisem e estejam amparados por lei para que possamos resgatar a paz diante do terror que vivemos em todo Brasil”, disse.

O projeto de lei anticrime enviado pelo ministro Sérgio Moro ao Congresso prevê que policiais poderão ter redução ou isenção de pena quando, por exemplo, estiverem em uma situação de confronto armado, ampliando as previsões do que seria legítima defesa.

O post Bolsonaro volta a defender amparo a agentes de segurança que usem de letalidade apareceu primeiro em Tribuna de Minas.

Clique aqui para ver esta matéria na fonte original.