Réveillons das principais capitais turísticas devem movimentar R$ 5 bilhões


:: Agência Brasil em 29/12/2017 19:14 ::

As festas de Réveillon das quatro capitais com maior movimento turístico do país nesse período – Rio de Janeiro, Salvador, Fortaleza e Florianópolis – devem ter impacto econômico de R$ 5 bilhões nas economias locais. A estimativa é do Ministério do Turismo, a partir do levantamento de expectativa dos órgãos públicos da área de turismo de cada uma das prefeituras.

São Paulo, que também está entre os destinos mais procurados, não foi incluída no estudo por não ter elaborado projeções neste sentido. O montante estimado pelas prefeituras envolve gastos com hospedagens, alimentação, ingressos para festas e eventos, compras em comércios locais e outras formas de dispêndio dos turistas no período de virada do ano.

Na capital carioca, a previsão da Empresa de Turismo do Município do Rio de Janeiro (Riotur) é de uma movimentação de cerca de R$ 2,2 bilhões gerada pela presença de cerca de 2,7 milhões de turistas.
Continuar lendo

Conta de luz de janeiro terá bandeira verde, sem cobrança extra


:: Agência Brasil em 29/12/2017 19:14 ::

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) informou hoje (29) que a bandeira tarifária das contas de luz em janeiro será a verde, quando não há cobrança de taxa extra.

Em outubro e novembro, em razão dos baixos níveis dos reservatórios das hidrelétricas e da escassez de chuvas, a bandeira tarifária adotada pela Aneel foi a vermelha patamar 2, a mais cara do sistema, com cobrança adicional de R$ 5 para cada 100 kWh (quilowatts-hora) consumidos.

luz.jpg

Conta de luz de consumidor do Distrito Federal Arquivo/Agência Brasil

Em dezembro, a agência reguladora baixou a bandeira vermelha para o patamar 1, quando são cobrados R$ 3 a cada 100 kWh.
Continuar lendo

Rodrigo Maia diz que trabalha para votar reforma da Previdência em fevereiro


:: Agência Brasil em 29/12/2017 19:14 ::

1096856-fprzzb_abr20171106_0354.jpg

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia
Fabio Rodrigues Pozzebom/Arquivo/Agência Brasil

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), disse hoje (29) que trabalha para ter condições de votar a reforma da Previdência até 19 de fevereiro, como prevê o governo.
Continuar lendo

Ministro diz que liberação de R$ 2 bilhões não está associada a apoio político


:: Agência Brasil em 29/12/2017 18:09 ::

O ministro da Secretaria de Governo, Carlos Marun, afirmou que a liberação de R$ 2 bilhões a municípios feita hoje (29) pelo presidente Michel Temer por medida provisória não está condicionada a apoio ao governo. “Não está associado a apoio nenhum. Tanto é que a distribuição dos recursos será feita em conformidade com o estabelecido na proporção da divisão do FPM [Fundo de Participação dos Municípios”.

O repasse será feito com base nas regras do fundo, que considera o número de habitantes para a distribuição dos recursos.
Continuar lendo

Reformas, denúncias e delações; relembre fatos políticos de 2017


:: Agência Brasil em 29/12/2017 18:09 ::

Na política, o ano de 2017 foi marcado pelos impactos das delações da Odebrecht e da JBS, a entrada em vigor da reforma trabalhista e o adiamento da votação da reforma da Previdência para 2018, a apresentação de denúncias contra o presidente Michel Temer e aprovação de projetos na área econômica.

Veja alguns fatos importantes do ano:

Reforma da Previdência

Considerada pelo governo a principal reforma para o ajuste das contas públicas, a reforma da Previdência foi debatida durante todo o ano, mas a votação do texto acabou ficando para o ano que vem.

O presidente Temer se empenhou pessoalmente na articulação com os parlamentares, em reuniões e encontros, para obter os 308 votos necessários para aprovação da reforma da Previdência ainda este ano. Mas sem a garantia dos votos suficientes, a análise da reforma – que teve o escopo de mudanças reduzido em relação à proposta original do governo – foi adiada para fevereiro de 2018.

A proposta divide opiniões e enfrenta resistência de grupos da sociedade, como agentes penitenciários, trabalhadores rurais e servidores públicos.

Reforma muda legislação trabalhista

A reforma trabalhista foi enviada pelo governo em dezembro de 2016 e discutida ao longo de todo o primeiro semestre no Congresso Nacional.
Continuar lendo

Pezão diz que deixa a política após terminar mandato de governador


:: Agência Brasil em 29/12/2017 17:14 ::

O governador Luiz Fernando Pezão anunciou hoje (29) que irá se aposentar da política ao término do mandato, no fim de 2018. “Eu estou cansado. Estou há 35 anos na política, desde 1982 que eu disputo voto. A política mudou muito. Quem gosta de trabalhar, quem gosta de entregar, está cada vez mais difícil fazer. Hoje, tem muita gente para falar não, para fiscalizar. Se a gente não fizer um pacto pelo fazer, vai ficar prevalecendo muito o pacto pelo não fazer”.

1103412-_dsc415520171228.jpg

O governador Luiz Fernando Pezão disse que está cansado após 35 anos de carreira políticaFernando Frazão/Agência Brasil

Pezão, que falou à imprensa após cerimônia de liberação de recursos do Ministério da Educação para escolas do Rio de Janeiro, disse não se arrepender de nada em sua trajetória.
Continuar lendo

Governo não editará novo indulto de Natal até decisão do STF


:: Agência Brasil em 29/12/2017 17:14 ::

O governo decidiu não editar novo indulto natalino até que o Supremo Tribunal Federal (STF) decida sobre a suspensão parcial da medida determinada em liminar pela presidente da Corte, ministra Cármen Lúcia. O caso só será levado ao plenário após o recesso do Judiciário, em fevereiro.

Em nota, o Ministério da Justiça informou hoje (29) que o vai obedecer a decisão da ministra, mas aguarda que o Supremo “possa decidir o mais breve possível sobre o tema”.

Cármen Lúcia suspendeu ontem (28) parte do decreto de indulto natalino, assinado pelo presidente Michel Temer na última sexta-feira (22), por considerá-lo inconstitucional.
Continuar lendo