Modelo da Petrobras, dependência de caminhões: como se formou da paralisação


:: El Pais em 24/05/2018 21:37 ::

A escalada do preço do barril de petróleo e a alta do dólar escancararam uma série de gargalos e problemas setoriais que desembocaram na greve dos caminhoneiros nesta semana. A paralisação põe em questão a política de preços da Petrobras, o modelo de exploração do petróleo, as limitações logísticas do transporte no país e os impactos da concessão de créditos setoriais. Tudo isso em meio a um processo de recuperação econômica que, mais lento do que o esperado, não permite aos governos federal e estaduais abrir mão de impostos que representam cerca de 45% do preço da gasolina e 29% do diesel.
Continuar lendo

Anúncios

Longa paralisação alimenta temor de caos e traz à tona memória do desabastecimento


:: El Pais em 24/05/2018 20:57 ::

Apesar do receio de que falte comida para a população, a situação dos supermercados em São Paulo nos bairros centrais não é crítica, ao menos por enquanto. Mas, a Companhia de Entrepostos e Armazéns Gerais de São Paulo (Ceagesp) sentiu o impacto da paralisação. Em comunicado, a Companhia diz que os efeitos da greve “no sistema de abastecimento de frutas, legumes e verduras no Entreposto Terminal São Paulo foram bastante sentidos pelos comerciantes de modo geral”. O pavilhão do Mercado Livre do Produtor (MLP), onde são comercializadas verduras e hortaliças no atacado, operou com menos de 50% da sua capacidade, segundo a companhia.
Continuar lendo

Taxista apela para álcool de cozinha para abastecer carro e chegar em casa


:: El Pais em 24/05/2018 20:57 ::

Paralisação dos caminhoneiros causa reflexos em todos os Estados. Em Recife, taxistas dispensam corridas. Em São Paulo, empresa de ônibus cancela viagens de grandes distâncias

Clique aqui para ver esta matéria na fonte original.

Piñera reformará Constituição do Chile para garantir igualdade de gênero


:: El Pais em 24/05/2018 20:57 ::

As demandas pela igualdade entre homens e mulheres entraram com tudo na agenda chilena. A nova onda feminista, que se soma à luta pela igualdade em diversas partes do mundo, mobiliza as estudantes de cerca de 30 universidades do país. As universitárias e as jovens são a ponta de lança de um movimento transversal que começa a provocar mudanças no funcionamento do Estado, das universidades, dos meios de comunicação e de uma longa lista de instituições, como o próprio Governo. Nesta quarta-feira, uma semana depois da mobilização feminista protagonizada por milhares de mulheres – 25.000, segundo dados oficiais, ou 150.000 só em Santiago, segundo as organizadoras –, o Governo direitista de Sebastián Piñera apresentou uma ambiciosa lista de medidas para corrigir as disparidades de gênero, o que inclui uma mudança na Constituição.

Seguir leyendo.

Clique aqui para ver esta matéria na fonte original.

Lyon goleia Wolfsburg e conquista tricampeonato da Champions League feminina


:: El Pais em 24/05/2018 20:57 ::

O Lyon venceu o Wolfsburg por 4 a 1 na tarde desta quinta-feira (24), no estádio Valeriy Lobanovskyi, em Kiev, Ucrânia, e conquistou o terceiro título consecutivo da Champions League feminina – o quinto da história da equipe francesa. Pernille Harder abriu o placar para as alemãs já na prorrogação, mas Amandine Henry, Le Sommer, Ada Hegerberg e Camille Abily viraram para as francesas.

Seguir leyendo.

Clique aqui para ver esta matéria na fonte original.

Jürgen Klopp, um socialista cristão


:: El Pais em 24/05/2018 20:12 ::

O técnico alemão que conduziu o Liverpool à final da Champions League contra o Real Madrid foge ao estereótipo do treinador convencional. Não só por sua filosofia de jogo, mas também pelas convicções além da bola. Jürgen Klopp nasceu em Glatten, uma pequena cidade na região da Floresta Negra. “Tinha 1.500 pessoas quando eu me mudei e agora tem 1.499”, brincou o comandante dos Reds ao ser questionado sobre sua origem suábia.

Seguir leyendo.

Clique aqui para ver esta matéria na fonte original.

AO VIVO – Pressão de caminhoneiros força Senado a marcar sessão para esta sexta


:: El Pais em 24/05/2018 20:12 ::

Caminhoneiros cruzam os braços pelo quarto dia em protesto contra a alta no preço dos combustíveis no Brasil — em especial o diesel, que subiu 50% desde julho de 2017. A greve dos caminhoneiros começou na última segunda-feira e, na quarta, a Petrobras anunciou o corte de 10% no preço do diesel nas refinarias por 15 dias.
Continuar lendo