Sem Roth, Nobel fica menor para sempre


:: Kennedy Alencar em 23/05/2018 21:37 ::

Philip Roth, que morreu hoje, aos 85 anos, não cabe no rótulo “um dos maiores escritores norte-americanos”. É um dos maiores escritores de todos os tempos.

Embora ele tenha narrado os Estados Unidos do século 20 como ninguém e criado emblemáticos personagens que representam a comunidade judaico-americana, como Seymour Levov (Pastoral Americana), Marcus Messner (Indignação) e Bucky Cantor (Nêmesis), é preciso esmagar Roth para fazê-lo caber apenas nessa caixa.

Se saber pintar a própria aldeia é requisito primeiro para ser universal, como um dia escreveu Tolstói, não restam dúvidas de que Roth soube fazê-lo com maestria.
Continuar lendo

Anúncios

Padilha diz que governo estuda reduzir PIS-Cofins do diesel


:: Kennedy Alencar em 23/05/2018 21:37 ::

O ministro da Casa Civil, Eliseu Padilha, disse que o governo “está estudando” a diminuição do PIS-Cofins sobre o preço do litro de óleo diesel. Segundo ele, o presidente Michel Temer “está preocupado” e conversou com o ministro da Fazenda, Eduardo Guardia, sobre o assunto.

Padilha afirma que os Estados teriam de ser parte da solução para uma redução significativa do preço do Diesel, pois sua fatia tributária (ICMS) seria de 13,91% sobre o litro. A do PIS-Cofins, 10,32%.

Padilha afirma que o governo fez “apelo ao bom senso” dos caminhoneiros e pediu “uma trégua”.
Continuar lendo

Erro de Dilma foi adotar “agenda Fiesp”, diz Laura Carvalho


:: Kennedy Alencar em 23/05/2018 21:37 ::

A economista Laura Carvalho diz que a ex-presidente Dilma Rousseff tem “uma responsabilidade, sim” pela atual crise econômica, “mas não aquela que vem sendo atribuída a ela”. Laura deu entrevista ao “Jornal da CBN – 2ª Edição” para falar do livro que está lançando: “Valsa Brasileira, do Boom ao Caos Econômico”.

Segundo a economista, “não houve uma gastança” no governo Dilma. Ela lembra que as despesas públicas cresceram menos do que nos anos Lula e no segundo mandato de FHC. Laura afirma que o principal erro de Dilma foi ter adotado, a partir de 2011, o que ela chama de “agenda Fiesp”, com um política de incentivos de custo elevado.

Professora do Departamento de Economia da USP, Laura avalia que houve um “desvio de foco” a partir de 2011, com um “programa de incentivos para a lucratividade de setores empresariais, via BNDES, e desonerações para grandes empresas”.
Continuar lendo

Lançamento de Meirelles pelo MDB é má notícia para Alckmin


:: Kennedy Alencar em 22/05/2018 22:02 ::

O acordo para zerar a cobrança da Cide sobre o preço do litro do diesel deve ter impacto baixo para o consumidor. A economia seria de apenas 5 centavos por litro.

Um entendimento só em torno da Cide ou um outro mais amplo, envolvendo mais impostos, resultariam em menor esforço fiscal do governo, contrariando a política de ajuste pregada até o momento pela administração Temer.

*

Ruim para Alckmin

O lançamento de Henrique Meirelles como pré-candidato único do MDB é notícia ruim para Alckmin. O presidente Michel Temer coloca um competidor no campo da centro-direita e direita.
Continuar lendo

Saída de Lula inviabilizou aliança de Alckmin, diz Aldo Rebelo


:: Kennedy Alencar em 22/05/2018 20:57 ::

O ex-presidente da Câmara Aldo Rebelo, pré-candidato do Solidariedade à Presidência, diz que a provável ausência de Lula na disputa eleitoral inviabilizou uma ampla aliança eleitoral do tucano Geraldo Alckmin e fragmentou a corrida pelo Palácio do Planalto.

Aldo Rebelo, que foi filiado ao PC do B por 40 anos com uma rápida passagem pelo PSB, nega que seu novo partido seja conservador. Diz que o Solidariedade tem base sindical. Ele afirma que a solução para as crises fiscal, previdenciária e do alto desemprego é o Brasil voltar a crescer.

“Quando o país cresce, você tem dinheiro para tudo, até para coisa errada.
Continuar lendo

Papa Francisco acerta muito; Alckmin precisa explicar cunhado


:: Kennedy Alencar em 21/05/2018 22:19 ::

O papa Francisco acerta muito quando dá declarações de cunho social. Reportagem do jornal “El País” traz relato de Juan Carlos Cruz, um chileno que sofreu abusos de um padre pedófilo e que ouviu do papa palavras de conforto e um pedido de perdão.

De acordo com Juan Carlos, o papa disse: “Você ser gay não importa. Deus te fez assim, te ama assim e a mim não importa”.

É uma das declarações mais fortes e mais progressistas de Francisco. A recomendação para as pessoas serem felizes como são é um dos maiores ensinamentos que se pode ter na vida. A declaração de Francisco mostra a importância do acolhimento.

*

Frio e Alckmin

Acolhimento é palavra que também está no comentário sobre pessoas que morreram de frio em São Paulo.
Continuar lendo

Brasil erra ao fazer jogo dos EUA com Venezuela


:: Kennedy Alencar em 21/05/2018 21:19 ::

O Brasil erra ao fazer o jogo político dos Estados Unidos em relação à Venezuela por ocasião da reeleição ontem de Nicolas Maduro para novo mandato presidencial de seis anos _pleito cuja lisura é contestada pela maior parte da comunidade internacional.

O papel de mediador deveria ser a prioridade do Brasil. Maduro faz um governo incompetente do ponto de vista econômico e seguiu caminho político ditatorial. Mas a oposição venezuelana não é flor que se cheire. Foi golpista no passado e não fez política para os mais pobres. O chavismo é resultado do descaso das elites venezuelanas com o seu povo.

Ao decretar sanções econômicas contra Caracas, os EUA estão fazendo o jogo deles.
Continuar lendo